A Microfisioterapia pode te ajudar a combater o estresse e a ansiedade

A MICROFISIOTERAPIA NO TRATAMENTO DA DEPRESSÃO
12/04/2017
microfiosterapia
A microfisioterapia ajuda a lidar com bloqueios
27/01/2021

A Microfisioterapia pode te ajudar a combater o estresse e a ansiedade

ansiedade

Microfisioterapia para reduzir ansiedade, estresse e liberar bloqueios, trazendo mais conforto e qualidade de vida.

Acho que nunca se falou tanto em ansiedade e estresse como atualmente, estamos vivendo um momento de incertezas, de instabilidade, de isolamento social, distanciamento da rotina e de processos que nos faziam pensar que exercíamos algum tipo de controle sobre nossas vidas, o que nos colocava dentro de uma zona de conforto, que por mais cansativa que fosse, era previsível e nos dava a sensação de segurança.

A ansiedade é um traço biológico inerente ao ser humano, ela nos ajuda a prever momentos de perigos e sensações desagradáveis pelas quais podemos passar, porém, a vida moderna nos joga cada vez em um turbilhão de emoções e situações que acabam gerando níveis altos de estresse e ansiedade, o que prejudica nosso desempenho e gera alterações emocionais, psicológicas e até mesmo físicas.

A ansiedade e o estresse podem ser gerados por causas emocionais ou biológicas, hoje sabemos que a química do cérebro quando alterada pode desencadear esses processos e gerar angústia, pânico e medo dentre outras coisas, por isso, identificar o quadro de ansiedade é importante para que se possa tratar.

Alguns sintomas de ansiedade e estresse:

  • Sensação de vazio no estômago
  • Batimento cardíaco acelerado
  • Sudorese excessiva
  • Medo intenso e injustificado
  • Pressão no tórax
  • Respiração ofegante ou falta de ar
  • Boca seca
  • Tremores e tontura
  • Sensação de nó na garganta

Mas como a Microfisioterapia pode te ajudar?

Durante as sessões de microfisioterapia é possível, através do toque, liberar pontos onde se concentram essas tensões e traumas, lembrando que o objetivo da microfisioterapia é tratar as causas das doenças e desequilíbrios e não somente os sintomas, e ansiedade e estresse podem ser sintomas de  cicatrizes mais profundas.

Através da identificação dos pontos e do estímulo correto é possível promover o desbloqueio de emoções e áreas da sua vida e dessa forma, promover a melhora significativa e até mesmo a cura daquilo que causa a ansiedade e o estresse, porém, cada caso é um caso e é fundamental a avaliação de um profissional.

Alguns quadros que podem ser tratados com a microfisioterapia:

  • Depressão
  • Fobias
  • Dores físicas e emocionais
  • Traumas emocionais e físicos
  • Agressividade

A microfisioterapia vai ajudar seu corpo a eliminar traumas passados e presentes que estão guardados em sua memória celular e que impedem o completo funcionamento do seu corpo. Vivemos em constante luta contra agressões a que expomos nossos corpos diariamente, tais como, toxinas, poluição, combates e choques emocionais e físicos, cansaço, problemas existenciais, além de problemas de ordem psicológica.

No geral, nosso corpo identifica e tenta corrigir esses problemas de forma silenciosa, mas quando a agressão é muito forte ou não é reconhecida, ela acaba deixando uma cicatriz nas células, criando uma memória de trauma, e o acúmulo dessas memórias podem se traduzir em dores, bloqueios e comportamentos nocivos.

A proposta da microfisioterapia é identificar e tratar essas memorias na raiz, entendendo que, ansiedade, estresse e dores podem ser apenas os sintomas de um problema maior.

Como a microfisioterapia vai agir?

A microfisioterapia vai promover uma renovação celular eliminando as cicatrizes que geram as memórias do trauma nas células.

Consiste em um processo de limpeza profunda, identificando aquilo que agride seu corpo e promovendo a evacuação desses agressores, deixando espaço para que você sinta  bem-estar e consiga liberar seus bloqueis e consequentemente, tenha uma vida mais plena e feliz.

Lembrando que a microfisioterapia pode ser feita concomitante ao seu tratamento médico como auxiliar, não substituindo medicações ou outras terapias convencionais que se façam necessárias no seu caso específico, portanto, não deixe de consultar seu médico. 

Os comentários estão encerrados.